Capitulo 9

A esperança brota como uma fonte borbulhando em minha alma, enquanto eu vejo as sementes do meu plano tomar vida em minha imaginação. Sim, isso poderia definitivamente funcionar. Começo a me perguntar como lidar com essa tarefa. Eu vou ter que deixar essa ideia penetrar em minha mente ao longo dos próximos dias. Pensar em algo que fale com Christian ao seu nível, mas, estou firmemente convencida, que a coisa toda não deve parecer necessidade ou choramingo.

Eu vou responder o e-mail de Christian e então, ver se consigo fazer alguma pesquisa. Eu deveria ser hábil para conseguir alguns exemplos de contratos e como eles são escritos e redigidos na internet. Eu sorrio para mim mesma, de alguma forma eu não acho que esse é o tipo de coisa que eu possa perguntar a um advogado para me ajudar.

 Para: Christian Grey

De: Anastasia Steele

Data: 18 de outubro de 2016 as 05:17.

Assunto: Bem vindo ao lar                               

Querido Christian

Obrigada pelo e-mail, espero que você tenha tido uma boa viagem e chegado em segurança. Eu compartilho o seu desgosto em relação a nossa despedida ontem. Eu acho que isso tudo ainda é muito novo, vai demorar um pouco de ajuste de ambas as partes para traçar a frente um caminho feliz. Novamente, gostaria de repetir o quão, profundamente arrependida me sinto pelos meus atos, há cinco anos, eu nunca previ essas repercussões complicadas, embora eu saiba que isso não é desculpa.

Eu adoraria que você passasse mais tempo com o Chris, e eu vou fazer tudo ao meu alcance para adapta-lo a esse respeito. Isso é algo que absolutamente não quero discutir.

Obrigada por concordar em ajudar no meu acordo com o livro e as negociações em torno dele.  Eu aprecio sua oferta em me dar a Grey publicações, mas, eu realmente gosto de Julie Logan, como você mesmo disse, faríamos um bom ajuste. Vamos ver onde a negociação nos leva.

Anastasia Steele.

Elogio a mim mesma por lidar com isso muito bem , sinto que mantive isso bastante neutro e direcionou uma situação de custódia potencialmente explosiva de uma forma sútil. Eu aciono o Google, a tempo para pesquisar alguns contratos.

Em algum lugar no fundo da minha mente eu me pergunto por que Chris está dormindo até tão tarde, mas estou enterrada até os joelhos com meu pequeno projeto e descarto o pensamento  , ele teve um grande dia ontem. Então, como se em uma deixa, ele tropeça para dentro da cozinha pálido e olhos turvos.

-Mãe! -Ele está esfregando seus olhos, sua voz rouca e chorosa. Ele caminha até mim, em seguida, sobe no meu colo, onde ele se enrola para um conforto que só uma mãe pode oferecer. Eu envolvo meus braços ao redor dele e respiro o cheiro dele sonolento, seu corpo ainda está aquecido de sua cama.

-Olá querido menino, como foi a sua noite? – Ás vezes meu coração mal pode compreender o tamanho do amor que tenho por esse pequeno ser precioso.

-Me sinto mal. – Ele ignora minha pergunta, seu braço abrange ao redor do meu pescoço e segura ainda mais apertando enquanto ele enterra a cabeça nele.

-Qual é o problema bebê?  – A mãe em mim está instantaneamente em estado de alerta enquanto eu o empurro de volta para colocar minha mão em sua testa, procurando seus olhos.

Com certeza, ele esta quente e agora que eu consigo ver seus olhos eu posso ver indícios de vermelhidão e febre lá. Gemo. – Oh, não amigo, parece que você tem febre! – Eu envolvo meus braços ao seu redor balançando para frente e para trás, do jeito que ele amava quando ele era uma criança.

-Minha garganta dói. – Ele resmunga.

Levanto-me ainda com Chris em meus braços e me direciono para o banheiro. – Vamos pegar alguma medicação e assim você pode deitar no sofá e assistir desenho. – Meu menino geralmente enérgico apenas balança a cabeça no meu pescoço, provando que ele realmente está sentindo-se muito doente.

Eu o coloco no balcão do banheiro e olho dentro da sua garganta na parte de trás. Suas amídalas estão cobertas com pequenas manchas brancas. Meu pobre bebê tem amigdalite. Do armário do banheiro eu pego um xarope para febre e dor de confiança, pedindo antes que ele obedientemente engula. Sua careta me diz que seu gosto é horrível. Eu sorrio e assanho seu cabelo, então o pego novamente. Odeio quando ele está doente, isso me faz se sentir tão impotente.

Enquanto eu o carrego para o nosso pequeno lounge eu me lembro de Christian sempre dizendo que eu o fazia sentir-se impotente. Com a visão da maternidade eu posso ver como a superproteção facilmente pode se tornar uma extensão natural de impotência. Agora, eu vou fazer qualquer coisa para tirar a dor longe de Chris. É essa a maneira que Christian se sentia em relação a mim?

Mais uma vez eu sinto a tristeza enroscar os dedos ao redor do meu coração, a ironia do seu aperto me dá uma ideia da dor que causei em Christian. A tristeza impulsiona a vergonha que está descoberta em um aperto sempre firmando as garras na minha mente.  Sou tão estúpida!

A maternidade tem sido como uma professora perspicaz, me dando uma compreensão mais profunda da vida e do amor. É irônico como ela me deu as ferramentas para entender melhor Christian. Pelo menos agora eu tenho um ponto de referência para o amor incondicional e eu posso me relacionar melhor. Porque demora anos para fazer você perceber o quão pouco realmente sabe? Havia tantas coisas que eu tinha certeza e agora, olhando para trás, eu posso ver como o quão errada eu estava.

Eu instalo Chris no sofá, mas antes pego um coberto e seu ursinho favorito. Espero que a medicação faça-o sonolento, ele vai ficar confortável no sofá se ele cair no sono em frente a TV.

-Você quer algo para comer bebê? – Sento-me na beira do sofá e acaricio sua bochecha quente.

Ele balança sua cabeça. – Poderia ter um pouco de suco, por favor, mãe? – Sua voz rouca e os olhos cansados arranca meu coração.

-Claro, é pra já! – Interponho uma nota ensolarada em meu tom para iluminar o seu humor.- E o meu.

Eu pego o suco na geladeira, bem como meu laptop. Eu vou me sentar com ele e fazer mais algumas pesquisas. Eu não quero deixa-lo sozinho quando ele se sente assim. Eu só tenho que estar no trabalho no final da tarde e depois minha mãe vai me visitar para cuidar dele.

Depois de ler sem interrupção outra pilha de exemplos de contratos, o sinal me alerta para a chegada de um novo e-mail.

 De: Christian Grey

Assunto: Bem vindo ao lar

De: Anastasia Steele

Data: 18 de outubro de 2016 as 03:47                 

Para: Anastasia Steele

Anastasia

Obrigado por sua resposta. Acabamos de desembarcar em Seattle. Estou contente em ver que você está em um estado de espirito complacente. Eu me esforçarei para fazer o mesmo por você.

Andrea vai verificar minha programação e enviar-lhe algumas partes do meu tempo que seria adequado para uma visita sua. Por favor, passe por isso e deixe-me saber como está a sua programação e a escola do Chris. Você pode ficar comigo no meu apartamento, no Escala.

Estou ansioso para receber seu manuscrito.

Christian Grey

CEO, Grey Enterprises Holdings Inc.

Eu não me importo com o tom mandão, autoritário do seu e-mail –Não como costumava fazer – mas, eu odeio essa formalidade entre nós. É como se ele se recusasse a conectar com seus sentimentos por mim, me tratando como uma empregada. É tão frustrante. Duelando com o autocontrole formidável de Christian Grey não é algo a ser encarado com leveza.

Eu me vejo  sacudindo o pelos ombros e gritando – Sinta!- para ele. Ele deve estar com tanta raiva de mim depois do que eu fiz. Estou certa que são coisas que ele não diria para mim, dizer o quão estupida eu fui, só para tira-la do peito, mas, a sua auto aversão internalizou todas essas emoções ao ponto de ele se sentir culpado. – Toda a cortesia da cadela-troll da Elena. Cara, eu odeio essa mulher. O que eu poderia fazer com esse monstro, chutando-a na canela iria me trazer um pouco de alívio de estresse muito necessário…

O pensamento arranca um sorriso de satisfação no canto da minha boca. Ah bem, eu dou de ombros, tentando se livrar dos resíduos de raiva que eu sinto sempre que penso nela – Uma garota pode sonhar. Eu puxo as minhas anotações para mais perto, novamente pronta para lutar com o palavreado do meu contrato incomum.

Uma hora mais tarde eu sou toda contratos e necessito de um café da manhã e uma pausa. Eu considero levar Chris ao o médico, mas primeiro tenho que responder ao e-mail de Christian.

Para: Christian Grey

De: Anastasia Steele

Data: 18 de outubro de 2016 as 09:39

Assunto: Visita

Querido Christian

Eu vou passar essas datas para você assim que eu tiver sua programação, nós adoraríamos ir visita-lo, obrigada mais uma vez pela oferta.

Chris dormiu até tarde essa manhã e eu achava que era por causa do grande dia dele com você ontem, mas acontece que o nosso menino tem amigdalite. Ele está descansando no sofá e eu acho que deveria leva-lo ao medico hoje de manhã. Estou certa que ele vai precisar de antibiótico. Vou trabalhar de noite, mas minha mãe vai estar aqui para cuidar dele.

Anexei meu manuscrito para você dar uma olhada. Gostaria muito de saber seus pensamentos sobre ele.

Anastasia Steele

Eu me pergunto se ele vai captar o fato de que eu estou me referindo a Chris como “nosso menino” enquanto eu clico em enviar. Eu sei que não devo esperar muito, mas não posso deixar de esperar que a noção família, uma família inteira, completa impele na ação. Pensando bem, eu não tenho certeza que mencionar que Chris está doente foi uma boa ideia, espero que ele não vá se preocupar muito.

Eu me arrasto até a cozinha e deixo Chris dormindo atrás. Após meu habitual café da manhã com granola e iogurte eu escovo meus dentes e me visto. Assim que eu termino de pentear meu cabelo eu ouço o som da campainha. Enquanto eu caminho para a porta da frente, eu me pergunto quem poderia ser, não estava esperando ninguém.

Estar com Christian me estragou para todos os outros homens, ele é tão belíssimo, excelente em tantas coisas, que ninguém jamais conseguiu virar minha cabeça. Eu tenho que aceitar que nunca haverá ninguém que poderá competir com ele, mas, enquanto minha porta se abre, eu ouço minha própria captura de respiração. Eu sou cumprimentada por um homem aparentemente rude, extremamente atraente de olhos verdes malandros e um sexy sorriso de pasta de dente, pronto.

Oh meu Deus! – Hum, Oi…posso ajuda-lo? – Gaguejo sobre minhas palavras enquanto o olho descaradamente, sendo pega de surpresa enquanto meu queixo quase cai no chão.

-Oi. Anastasia Steele? Eu sou Dr. Shawn O’Reily! – Um sorriso confiante curva em sua boca por completo antes que ele continue. – Pediatra, estou aqui para ver o Chris. – Ele estende sua grande mão enquanto os tons do seu sotaque irlandês acariciam meus ouvidos.

Eu pego a mão estendida cegamente, me choco com esse homem deslumbrante em minha porta e o fato que ele é um médico – Atendendo a uma surpreendente chamada domiciliar , um pediatra nada menos –Veio para ver o Chris!

Ele instantaneamente e convenientemente supõe a situação, facilmente deslizando para uma maneira reconfortante, uma postura educada e obviamente polido a perfeição. – Presumo que o Sr. Grey não teve tempo de deixa-la ciente que eu estava a caminho? Ele está bastante preocupado com seu filho e hum… – Um flash rápido de constrangimento anunciou a quantia obscena de dinheiro que eu suspeitava que estivesse pagando para esta chamada domiciliar não convencional antes que ele continue: -… Convenceu-me a vir e ver como ele está.

Meus olhos atônicos estão tão grudados na mandíbula esculpida, cabelo ondulado loiro escuro e um corpo forte, que leva alguns momentos para que eu possa registrar que eu preciso deixa-lo entrar. Eu pisco com olhos sorridentes e retorno aos meus sentidos. Wow!

-Ah… Sim, claro, por favor, entre. – Eu nunca estive tão grata de ter penteado meus cabelos e não estar usando ainda meu pijama ultrapassado.

Dr. O’Reily tem que abaixar um pouco enquanto ele caminha pela porta, sua estrutura alta preenchendo o espaço do corredor enquanto ele espera por mim para fechar a porta e mostrar-lhe o caminho. Eu me pergunto se Christian sabe quão boa aparência e bom médico é. Minha deusa interior está abanando-se, fora de si com interesse.

O pensamento traz realização com um baque nauseante e meu coração despenca em minhas botas, Christian teria verificado e reverificado todos os detalhes sobre esse médico cuidadosamente antes de envia-lo para nós. Ele nunca foi de tolerar homens galanteadores, e atraentes ao meu redor, e se de repente ele não se importa que eu tenha um olho pleno em um homem bonitão, é porque ele não se importa em me ter de volta?

Merda! É uma confusão central em minha cabeça.

Eu afasto o pensamento para mais tarde, ansiosa para fazer pleno uso do médico conveniente. – Ele está tirando um cochilo no momento, eu dei a ele um xarope de paracetamol e depois eu chequei sua garganta e vi a inflamação em suas amígdalas. – Explico ao Dr. O’Reily enquanto nos direcionamos para o meu menino dormindo. Eu felizmente recupero parte do meu equilíbrio e agora estou disponível para impressionar o doutor como algum homem antigo e indesejável entrando em ação, reverenciando o gene feminino. Eu fico mais ereta, jogando meu cabelo nas minhas costas e sorriu brilhantemente, esperando transpirar alguma impressão “mulher maravilha”.

O que há de errado comigo? Meu corpo convidativo flerta de modo que minha mente está rebelando-se contra. Concentro-me, ordenando meu corpo de volta a linha. Só porque ha um macho viril ao redor não significa que temos que ir toda garota das cavernas em sua bunda!

Ele cai de joelhos perto de Chris, me lançando um sorriso tranquilizador sobre seus ombros volumosos. – Sim, isso é bom, é realmente tudo o que você poderia fazer. Deixa-lo confortável para que ele possa descansar e ficar de olho sobre a dor e febre.

Eu toco no rosto de Chris para ajuda-lo a acordar e sonolento, com olhos imprecisos encontram os meus. – Ei amigo, eu tenho um doutor aqui para dar uma olhada em você. Você vai o deixar dar uma olhada na sua garganta? – Eu o persuadi-o gentilmente e arrasto-me para o lado dele no sofá. Ele geme e impulsiona-se para cima enquanto ele olha o médico, cansado. Puxo-o para o meu colo para dar melhor acesso ao Dr. O’Reily de sua garganta e ouvido.

O médico faz uma examinação completa e conversa com Chris sobre futebol. Chris fica um pouco mais animado agora que o Bulldogs Georgia é o assunto da conversa, especialmente que o doutor gosta do mesmo time. Garotos, eles são tão facilmente distraídos! Dr. O’Reily questiona-me sobre alergias, asma e a dieta comum de Chris.

– Ele é geralmente bastante animado, ele come bem e ele quase nunca fica doente, eu não consigo nem lembrar a ultima vez que ele precisou de um médico. – Minha voz soa ofegante, ainda flertando – quão irritante meu corpo pode agir assim, sem o consentimento da minha mente?

-Sem histórico de infecção de ouvido então? – O doutor pergunta ao olhar os ouvidos de Chris com uma luz cônica.

Balanço minha cabeça, – Nenhum Dr. O’Reily, me disseram que a amamentação poderia ajudar com isso, – esclareço – Você sabe, para prevenir infecções de ouvido em crianças.

Seus olhos brilhantes pegam os meus e desperto surpresa, em seguida, um flash de algo que eu não consigo nomear. Eu sinto o rubor rastejando em meu rosto enquanto eu vejo seus olhos fitando os meus seios por um milésimo de segundo antes de descansar no meu seio novamente. Seus lábios completamente se curvam em um lento, e preguiçoso sorriso. – Por favor, me chama de Shawn, e sim, estou certo que é o caso. Muitas mulheres preferem não amamentar nesses dias.  Você não poderia dar melhor presente ao seu filho.

De alguma forma, ele fez parecer erótico, especialmente combinado com o olhar cheio de vapor que ele me deu. Meu subconsciente cai em um desmaio em sua espreguiçadeira e minha deusa interior está deleitando-se com a inesperada sessão de flerte. Eu, por outro lado, estou sem palavras pela segunda vez hoje. Que?

Minha mente está lutando por algo apropriado a dizer, mas só consigo ficar de boca aberta, sem compreender, para ele. – Hum… Então… São as amígdalas? – É o melhor que o cérebro atordoado pode sugerir, com a mudança de assunto como defesa.

Dr. Shawn se levanta e acena com a cabeça, – Eu vou dar-lhe uma prescrição de antibióticos para dar a ele, você ainda tem medicação suficiente para dor e febre? – Ele pode ver como estou desconfortável, mas julgando pelo seu enorme sorriso, ele está achando divertido.

-Ok… Ah, sim, obrigada! – Eu afago o cabelo de Chris distraidamente, lutando para canalizar meu equilíbrio interior. Levanto-me com Chris em meus braços na esperança de que ele haja como uma barreira humana. Talvez se eu lembra-lo que eu tenho um filho com um pai,  embora um ausente, ele ira recuar.

Ele inclina a cabeça para um lado, sem dúvida, em resposta a minha resposta corada. Ele me entrega a prescrição de antibióticos. – Eu não costumo fazer isso, eu gosto de manter as coisas profissionais.  – Seu tom de voz ainda é provocante, seus olhos ainda risonhos. – Deixe-me leva-la para jantar quando esse grande rapaz se sentir melhor e você possa escapar.

Chris salta com uma resposta animada em meu favor: – Sim, mãe, vamos com o Dr. Shawn, ele pode nos levar para um jogo e então nós podemos tomar um sorvete e ficar acordado até tarde! – Sua excitação faz com que as palavras caiam fora em uma precipitação. Pelo menos ele parece estar se sentindo um pouco melhor.

Se eu não estivesse tão chocada pela forma de paquerar do Dr. Shawn, seria engraçado que Chris acha-se que ele é bem vindo em um primeiro encontro. Meu menino claramente não compreende as complexidades de encontros e romances ainda.

-Talvez em outra hora amigo! – Faço-lhe cócegas em seu peito levemente. – Deve ficar melhor primeiro e depois , quando você estiver bem, vamos tirar umas pequenas férias e visitar meu amigo Christian. – Por favor, por favor, deixe a minha distração evidente trabalhar em Chris, eu imploro em silêncio. Eu olho incisivamente para Dr. Shawn quando eu digo o nome de Christian, esperando que ele possa ler entre as linhas e pegar minha mensagem “não disponível”.

Minha deusa interior não está satisfeita, um encontro romântico com alguém que nós desejamos, é só o que precisamos! Ela faz beicinho e pisa o pé em seu salto agulha folheado.

-Ooh, férias, viva! – Chris chacoalha em meus braços e esquece tudo sobre “nosso” encontro com Dr. Shawn. Isso! Ele acena para Dr. Shawn e foge em busca de algo para fazer.

Oh não, Chris supostamente era para ser meu escudo. De repente sinto-me muito nua de pé, sozinha com Dr. Shawn e suas intenções carnais descaradas, principalmente porque ele olha pra mim como se eu não estivesse usando nada.

-Anastasia, posso chamá-la assim? – Ele não espera pela minha resposta e esses olhos verdes saindo fumaça – Eu não sou do tipo de homem que leva “não” como resposta e eu sou tão paciente, como pode se vê. – Ele estende a mão e corre o dorso da mão para o lado do meu rosto e em seguida, pincela meu lábio inferior com a ponta do polegar.

Sinto-me como o Bambi. Meus olhos arregalados estão presos nos seus. Eu não posso romper meu olhar nem por todo amor e dinheiro do mundo. – Eu… Eu não posso! – É tudo o que eu posso gerir chiando, a mortificação apenas colore meu rubor brilhante.

Caramba, ele é atraente e essa arrogância autoconfiante, definitivamente mexe comigo, mas isso não faz sentido ceder a essa fantasia. Christian é o homem pra mim, eu não vou deixar meu corpo traidor e minha deusa interior ditar as minhas escolhas para homem.

Por outro lado– surpreendentemente é meu subconsciente falando- quão menos complicada seria nossa vida com um homem “normal”?

Sua expressão me diz que ele não está tão convencido com a minha resposta. – Veremos! – Vem sua resposta em avaliação enquanto seu olho pisca provocantemente pra mim, outro sorriso desejoso brincalhão em seus lábios, enquanto ele segura meu olhar de uma maneira mais do que conveniente.

Minha boca some completamente seca e eu sei que o vermelho beterraba não começa a descrever a cor que devo estar agora. Como ele pode desfrutar do meu óbvio desconforto desse jeito? É tão anti-cavalheirismo!

-Eu vou precisar ver Chris novamente para uma consulta de acompanhamento, apenas para ter certeza que ele está limpo, digamos, em torno de cinco ou seis dias. – Novamente eu ouço todos os tipos de entrelinhas que ele está usando. Talvez seja o sotaque sexy, eu tento justificar o seu interesse evidente, talvez eu tenha enlouquecido.

-Claro, nós vamos ao seu consultório. – Ótimo plano, Ana! Eu me parabenizo. Terreno neutro, com muitas pessoas ao redor, isso deve manter o Dr. Mc Glamour em seu lugar.

Ele extrai um cartão de visita e entrega-o a mim. – “Não o perca”.  Ele sussurra enquanto ele pega minha mão e dobra os meus dedos em torno do cartão. Seu aperto de mão é firme; seu toque confiante e caloroso. Novamente seus intensos olhos cor de esmeralda sondam e perduram lentamente, não deixando espaço para interpretar mal seus sinais evidentes.

Ele quebra o contato e caminha para fora, seus ombros largos diminuindo o meu corredor e em seguida, ele desaparece. Ufa! Eu deixo escapar um longo suspiro segurado.

Caraca! Isso foi… sexy, a contribuição da minha deusa interior é tão típica dela.

Intenso é a palavra que meu subconsciente articula pra mim.

Sim, eu acho que é chocante, e louco e muito inapropriado.

Eu dou a minha cabeça um pouco de agitação para limpar a névoa e caio de cabeça em meu laptop, de repente me sentindo excessivamente zangada. Christian realmente deve aprender alguns limites. O mínimo que poderia ter feito era me avisar.

Antes de ter tempo de olhar para minha ira inesperada, um pensamento estranho aparece na minha cabeça. Christian poderia deliberadamente ter enviado um cara super-quente para me testar? Não, eu respondo a mim mesma, ele nunca poderia ter sabido que Chris estaria doente e entre o recebimento do e-mail e organizar o médico, eu não acho que ele teria tido tempo para sonhar com um esquema parecido. Estranhamente me sinto desapontada. Pelo menos, isso significaria que ele estava pensando sobre a possibilidade de “nós”.

Eu clico no meu ícone de e-mail e encontro um e-mail de Christian a espera, meu coração faz sua vibração habitual enquanto o abro.

De: Christian Grey
Assunto: Visita do médico
Data: 18 de outubro de 2016 as 09:58.
Para: Anastasia

Anastasia

Tenho tentado ligar para você, mas, como era o caso com tanta frequência no passado, você é difícil de alcançar. Eu realmente espero que você possa apreciar o quão imperativo é que eu sou capaz em contata-la.

Eu arranjei para que um importante pediatra vá e atenda a domicílio para ver o Chris. Eu só quero o melhor tratamento para ele.

Doutor Shawn O’Reily vem altamente recomendado e é o autor de vários livros de pediatria, bem como um palestrante sobre o tema em várias universidades de prestígio.

Recebi o seu manuscrito e devo lhe dar um retorno a respeito de uma estratégia de negociação até amanhã.

Por favor, me mantenha informado com o progresso de Chris.

CEO, Grey Enterprises Holdings Inc.                

Oh, ele tentou entrar em contato comigo. Levanto-me apressadamente e vou em busca do meu celular. Ops! Eu tenho 4 chamadas perdidas e muitas mensagens. Eu esqueci que a configuração estava no silencioso. Levantei tão cedo essa manhã foi uma pausa em minha rotina habitual,nem passou pela minha mente. Agora eu me sinto como uma criança errante novamente, sua maneira de repreender nunca deixou de me reduzir ao meu interior de cinco anos de idade. Eu odeio que ele me pegue com o pé esquerdo, novamente.

Sento-me para responder seu e-mail, pensando em algo plausível para dizer em minha defesa, mas a curiosidade me supera primeiro. Eu faço uma busca rápida sobre Dr. Shawn no Google e se torna aparente porque Christian o escolheu. Como Christian, ele realmente é um líder na profissão escolhida, mas a única coisa que me impressiona é que todas as fotos dele são tristes, pose que lembra apenas publicidade de livros. Elas todas em estão em preto e branco e por alguma razão ele usava barba e óculos nerd que o fazia parecer estudioso e pouco atraente. Sem o benefício da cor, você não consegue ver seus lindos olhos, porque todas são apenas cliques na cabeça, você nunca adivinharia o robusto físico, viril que ele ostenta.

Tão gostoso! Eu bato, bato palmas juntamente com alegria. Christian não tinha nenhuma maneira de saber que Dr. Shawn é * Dr. Mc Sonho e Mc cheio de vapor, tudo em um! Eu coro e olho ao redor, inexplicavelmente paranoica que alguém pudesse testemunhar o meu pequeno capricho de menina, embora eu saiba que estou sozinha.

Para: Christian Grey
De: Anastasia
Data: 18 de outubro de 2016 as 11:09
Assunto: Visita do médico

Querido Christian

Obrigada por organizar uma visita domiciliar, isso foi muito atencioso e conveniente. O doutor foi muito detalhista e acolhedor. Chris de fato, tem amigdalite e foi colocado em prescrição de antibióticos. Nós vamos precisar ir a uma consulta de acompanhamento no  prazo de uma semana. Eu acho que ele está se sentindo melhor, especialmente depois de uma dose de medicação para dores. Ele vai perder alguns dias da pré-escola enquanto ele precisar descansar. É mais fácil dizer do que fazer para uma criança.

Peço desculpas pelas chamadas perdidas, me esqueci de colocar de volta o modo som em meu celular.

Fico no aguardo pela sua resposta do meu manuscrito.

Anastasia Steele

Depois de dar no nosso apartamento uma rápida varredura com o vácuo, eu me rendo a um Chris entediado, constantemente aborrecido e brinco com ele. Nós colorimos, corremos com alguns carros de controle remoto e eu li muitas formas de histórias que ambos já sabemos decoradas.

A campainha da porta arrasta-me para longe a partir da sétima vez que estamos lendo* “The Cat in the Hat”, nesse dia.

Outro visitante inesperado me inspira enquanto eu abro a porta. Dessa vez é o cara da segurança de proteção individual de Christian de ontem a noite – Collins – que está escurecendo minha porta. O que ele quer?

-Senhora- ele balança sua cabeça em saudação, – relatórios de serviço. Vou fazer uma varredura no apartamento e fazer os ajustes necessários. – O clone isolado de Taylor não é de humor para sutilezas e percebo que eu não entendo o pedido, mas percebo.

Isso deve ser parte da promessa de Christian de detalhes de segurança para nós que ele mencionou em um e-mail anteriormente. Eu esqueci tudo sobre esse assunto. Bem, pelo menos hoje em dia eu sei que é melhor não combate-la. Conformada com a perda da minha privacidade eu dou um passo longe da porta e Collins vaga para dentro.

Collins não perde tempo e está prestes brincar ao redor do apartamento consertando minhas aparentemente numerosas falhas de segurança. Eu reviro meus olhos absolutamente alvoroçados. Estou exausta de todo esse jogo de criança e começando a ficar sem atividades internas calmas para ocupar Chris. Por volta de 2:00pm eu posso ver que ele está pronto para outro cochilo, mas antes eu possa convence-lo a campainha toca novamente.

Eu franzo a testa para mim mesma pela terceira vez hoje, me perguntando quem pode ser. Parece que estamos muito populares hoje, mas estou um pouco apreensiva, não tenho certeza se aguento mais surpresas inesperadas. Eu chego para abrir a porta, mas Collins quase me derruba na presa de me parar.

Ele me dá um olhar severo, – Eu vou fazer isso senhora, por favor, afaste-se.

Urgh! Eu já tinha esquecido dele, seu talento para tornar-se invisível no trabalho é um pouco bem demais. Isso vai levar algum tempo para se acostumar, meu apartamento é pequeno demais para três pessoas.

Ele abre a porta e eu o escuto fazendo uma verificação de segurança completa em uma pessoa não suspeita. Ele dá um passo para trás e me da um sinal de “ok” com o polegar e o indicador, finalmente, permitindo-me cumprimentar meu visitante. Ah as forças ex-especiais eu acho enquanto reconheço o sinal de campo secreto que ele usa. Silenciosamente agradeço Ray pelo meu conhecimento abrangente de todas as coisas militares, muito mais do que o normal para uma garota normal como eu.

Eu caminho para área da porta da frente, agora, muito segura e fica cara-a-cara com um entregador jovem entediado com um cabelo castanho encaracolado congelando sobe um boné de beisebol e um barulhento hábito de marcar chiclete.

-Srta. Steele? – Ele estende um bloco de assinatura eletrônica.

-Sim. O que é isso? – Estou intrigada com a caixa que ele me entrega.

-Não sei minha senhora, eu só os pego e entrego. – Ele estoura seu chiclete alto e espera impacientemente que eu assine o bloco.  Ele olha o grandalhão atrás de mim com desconfiança, provavelmente se perguntando por que alguém desse bairro precisaria de guarda- costas. Se ele soubesse…

Ele vai embora e Collins facilmente leva a caixa, carregando-a para dentro de casa, mas só depois de garantir a segurança da porta da frente.  Ele tem agora um novo teclado com uma luz vermelha piscando. Sem dúvida, algum dispositivo de segurança hi-tech compelido a me causar alguma frustação depois.

Claro que Chris pensa que Collins é apenas a coisa mais legal e ele cumprimenta Collins enquanto ele coloca a caixa sobre a mesa baixa de café na sala de estar. Chris recebe um sorriso amigável e mentalmente eu xingo,  apenas o encaro e permaneço inflexível.

Chris se junta a mim enquanto eu começo a abrir a caixa. Ele circula em torno como um cachorro animado. – Talvez seja um cavalo…ou …ou …ou um foguete! Depressa mamãe, seja rápida. Eu ri e cuidadosamente corto a fita. – É um pouco pequeno para ser um cavalo querido, mas talvez seja um ano de fornecimento de brócolis.

Seu rosto é uma imagem de choque e horror antes dele perceber que eu estava brincando e em seguida, atenciosamente me ajuda a retirar as cascas de espuma de proteção. É como se estivéssemos procurando por um tesouro. Tanta coisa para aspirar o tapete eu acho que eles se instalaram como flocos de gordura no meu chão antes intocado.

Eu retiro a primeira caixa e ambos, Chris eu se engasgamos com um brinquedo deslumbrante. É uma placa de cortiça com formas de madeiras coloridas que você pode pregar na placa para fazer figuras. Ele vem com um pequeno martelo e alguns pregos.

Isso só pode ser de Christian. Lembro-me do comentário no meu ultimo e-mail sobre o quão é difícil manter Christian em repouso. Assim como Christian nota um detalhe como esse e meu coração quer explodir de afeto por ele. Eu só sei que tudo na caixa vai ser educativo e divertido, escolhido com o maior cuidado.

Em seguida Chris pega um conjunto de LEGO com o tema pirata. Ele tem todos os pedaços para construir o navio pirado retratado na caixa. Ele grita de alegria e agita-o, pulando de um pé para o outro, repleto de euforia.

O ultimo item é um Ipad com um nota anexada na caixa. Uma melancolia se instala inquieta enquanto uma forte sensação de déjà vu passa por mim. Christian me deu um Ipad uma vez…

Anastasia

Este item é para você, mas eu tomei liberdade de baixar alguns filmes de crianças e aplicações educacionais para o Chris também. Por favor, note que os especialistas recomendam que as crianças pequenas não passem mais do que duas horas no computador, jogos / e assistindo TV por dia.

Eu adicionei o aplicativo “Meu ponto de escrita” para você. É um aplicativo de escrita que permite escrever em todos seus aplicativos eletrônicos que estão sincronizados, de modo que você tenha sempre acesso a ultima versão do seu manuscrito.

Christian

Minha mente se encanta com a forma como ele sempre consegue fazer as coisas mais bem pensadas e românticas pra mim. Seu comentário sobre crianças e televisão é tão típico da sua natureza dominadora, mas mostra que ele teve o trabalho de pesquisar sobre o tema. O gesto toca minha alma, especialmente por que envolve o bem estar do meu filho. Eu sinto as lágrimas brotarem e rapidamente acesso-as com a parte de trás da minha mão antes que Chris note a minha tristeza, mas é tarde demais. Ele larga a caixa e vem em minha direção, seu pequeno rosto sério e preocupado, sua alegria esquecida por hora.

-Porque você está chorando mamãe? Você está com raiva do papai noel? – Ele sacode meu cabelo e sinto-me horrível por não poder conter minhas emoções transbordando. Por sorte sua pergunta é tão engraçada que eu rio alto através das minhas lágrimas bobas e seu rosto doce relaxa.

-Não amigão, eu não estou chateada com o papai Noel, estou apenas feliz por você!- Eu o agarro pelos braços e o puxo para mim enquanto eu faço-lhe cocegas e beijo seu rosto.

As lágrimas desaparecem, e nós rolamos lutando e dando risadas. Estou grata pela habilidade de Collins de desaparecer, esse não é o tipo de momento que você deseja compartilhar com estranhos.

Assim que encerramos nossos risos ele se senta no chão e começa a abrir o primeiro brinquedo. – Você sabe, esses presentes não são do papai Noel. – Eu não quero estourar sua bolha, mas eu acho que é importante que ele saiba que eles são de Christian, será um caminho estável para construir a boa experiência que Chris teve com ele ontem.

-Sim, eles são!- Olhos sinceros olham os meus. – Papai noel é o  único que tem dinheiro suficiente para comprar muitos presentes ao mesmo tempo.

Eu amo a lógica de criança por trás de seu raciocínio.  –Papai Noel não comprou esses presentes, seus duendes compraram! – Eu provocativamente lembro-o, batendo suavemente meu ombro contra o dele.

Eu o observo com cuidado enquanto ele se vira para o seu novo pedaço de informação. Dou-lhe um sorriso encorajar, mas nada no mundo pode me preparar para a sua resposta. Meu sangue se transforma em gelo enquanto ele olha para baixo e depois olha para cima, para mim novamente. Seus olhos grandes e brilhantes com esperança, sua voz em um sussurro. – Eles são do meu verdadeiro pai?

 Por favor, tome nota dos seguintes termos e títulos emprestados:

* Please take note of the following borrowed terms and titles:
*Tirado de  Grey’s Anatomy, American Broadcasting Company.

*The Cat in the Hat by Dr Seuss.
*My Writing Spot, aplicativo by Peter de Tagyos

 

 

Please, feel free to leave a comment

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s